4895.6557

97495.6866

94035.6356

    CRP/SP 

  n° 4414/J

  • Clínica Sírius – Salvando Vidas
  • Terapia Individual – Profissional Qualificado
  • Atividade Física – Resgatando Valores
  • Refeitório – Alimentação Saudável com Vista Panorâmica

Novas tendências e diferenças regionais na fabricação de metanfetamina 29/09/14

 

Viena, 29 de setembro de 2014 – A fabricação ilícita de metanfetamina concentra-se tradicionalmente na América do Norte (principalmente no México e nos Estados Unidos) e no leste e sudeste da Ásia (China, Indonésia, Malásia e Tailândia), próximo aos principais mercados de consumo. Entretanto, o último estudo atualizado Global Smart do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), mostra que esta fabricação tem se expandido recentemente para outros países, como Guatemala, República Islâmica do Iran, Quênia, Nigéria e África do Sul.  

A atualização também revela que alguns países da África e do Oriente Médio surgiram recentemente como regiões importantes para o fornecimento de metanfetamina, e que a fabricação da metanfetamina está se expandido por toda a Europa, mesmo que a níveis baixos. 

Os métodos de fabricação variam ao redor do mundo, mas na maioria das regiões continua se baseando no uso de efedrina e pseudofedrina como precursores para a fabricação de metanfetamina. A América do Norte é uma exceção, onde se utilizam principalmente métodos baseados em P-2-P, um precursor também conhecido como 1-fenil-2-propanona ou benzil-metil-cetona (BMK).

A ameaça de drogas sintéticas como metanfetamina, anfetamina, substâncias de tipo êcstasy e novas substancias psicoativas (NSP) é um importante problema de drogas a nível mundial. Depois do cannabis, os estimulantes do tipo anfetamínico são os segundos fármacos mais utilizados no mundo, superando o uso da cocaína e da heroína.

Como resposta ao desafio das drogas sintéticas, o UNODC lançou em 2008 o Programa Mundial SMART (Monitoramento de Sintéticos: Análises, Informes e Tendências), em referência à sigla para o nome em inglêsSynthetics Monitoring: Analyses, Reporting and Trends.  O programa melhora a capacidade dos Estados Membros para gerar e administrar informações sobre as drogas sintéticas ilícitas, incluindo a apresentação de informes, suas operações no leste e sudeste da Ásia e, mais recentemente, na América Latina.   

Mais informações em:

Global Smart Update 2014 – Vol. 12 (Inglés) 
Global Smart Update 2014 – Vol. 12 (Español) 
Trabalho do UNODC sobre drogas sintéticas

fonte: UNODC

Notícias

    A Revista Rolling Stone Brasil realizará no sábado, dia 1º de novembro, a…
    A Ambev, dona das marcas Brahma, Skol e Antarctica, terá de pagar…
       

Consultório SP

Telefones: (11) 97495-6866
End.: Travessa Mathias Lopes- Km 05 +60 Mts Nazaré Paulista-SP Cep 12960-000 [ver mapa]
E-mail: contato@clinicasirius.com.br

Unidade de Internação

Telefone: (11) 4895-6557
End.: Travessa Mathias Lopes Km 05+60Mts - Bairro Mascate – Nazaré Paulista – SP – Cep 12960-000
E-mail: contato@clinicasirius.com.br

Nossos Parceiros

img-parceiro-03.jpg

Criação e Host: WebCisCopyright 2011 – Sírius Dependência Química – Todos os direitos reservados